Um mundo de dados

Como todos já sabem, os profissionais de vendas e marketing, que atuam com o mercado B2B, possuem um objetivo simples e direto: contribuir com o crescimento dos negócios.

Seria muito fácil se os negócios crescessem igual a uma plantação. Todo começo de ciclo, novos brotos surgem, florescem e seguem em frente para uma nova etapa. Entretanto, não é tão simples assim. Para subir de patamar e desenvolver a empresa, os profissionais precisam trabalhar duro e ter os processos estruturados para gerar mais receita.

Mas fazê-los com eficiência não é uma tarefa fácil, uma vez que é necessário otimizar o ciclo de vendas e reduzir os custos de aquisição de clientes. Atualmente, os representantes estão perdendo muito tempo com pesquisas e organização de dados, fato que pode ser facilmente solucionado com a ajuda da tecnologia. Deste jeito, o tempo economizado poderia ser utilizado para desenvolver novas habilidades, a fim de se conectar com potenciais clientes, e construir relacionamentos estratégicos e duradouros.

E por falar em dados, é preciso ter muito cuidado, pois seu grande volume pode apresentar riscos e oportunidades para o negócio.

Se o profissional estiver utilizando os dados errados, por exemplo, a eficiência será prejudicada. Analisar as informações e encontrar aquelas que, de fato, estejam aderentes aos projetos e ofereçam um potencial de ação são os grandes diferenciais para impulsionar as vendas da empresa.

Pensando em ajudá-lo ainda mais nessa jornada, separamos 4 dicas sobre como se beneficiar com a análise de dados. Veja abaixo!

 

4 dicas para aproveitar melhor a análise de dados

4 Dicas para analisar os dados

1 – Priorize a localização dos dados aderentes ao seu negócio e garanta sua qualidade

Para encontrar os dados corretos e colher os frutos de seus esforços de vendas e marketing, é necessário entender o perfil do seu potencial cliente e a demanda total de mercado do seu negócio.

Quanto mais o profissional entender sobre esses pontos, mais fácil será para segmentar a base de dados e encontrar as informações que são relevantes para sua empresa trabalhar.

2 – Priorize os dados limpos para economizar tempo e aumentar a performance

É comum que as áreas de Vendas e Marketing tenham que lutar contra a má qualidade dos dados. Segundo uma pesquisa feita pelo Relatório de Aceleração de Vendas, da Din & Bradstreet, 56% dos profissionais têm como maior desafio garantir que estão trabalhando com dados relevantes e completos.

Quanto mais poluídos forem os dados, mais altos os custos em campanhas de e-mail, uma vez que elas terão que ser refeitas por conta da alta taxa de rejeição. Os vendedores perderão tempo tentando entrar em contato com clientes que estão com telefones incorretos, bem como com as ações de mala direta que acabam por não saber se os clientes receberam o postal. E esses são só alguns pontos que impactam diretamente no ciclo de vendas da empresa.

3 – Os compradores de hoje são possuem diferentes perfis

Hoje, o acesso às informações é tão fácil que a maioria dos compradores, antes de entrar em contato com a equipe de vendas, realiza inúmeras pesquisas online. Certamente, muitos destes compradores já terão uma opinião formada antes de fazer o primeiro contato. E nesse meio-tempo é muito provável que eles já tenham se conectado com os possíveis concorrentes de sua marca.

Com os dados claros e aderentes ao seu negócio, você pode entrar em contato com algum potencial cliente, antes mesmo de ele falar com outra empresa ou, até mesmo, antes de formar uma opinião.

4 – Seja pessoal e entenda a dor

As caixas de e-mail dos compradores B2B são lotadas de e-mail, por isso, tenha uma comunicação com tom pessoal, relevante e personalizada.

Procure abordar os pontos certos da dor do cliente para despertar o interesse. Quanto mais seus dados forem claros e completos, mais fácil será preparar a abordagem e personalização.

 

Estas são as dicas básicas para ajudá-lo na preparação e análise de dados. É claro que, com o auxílio da tecnologia, fica muito mais fácil segmentar e encontrar as informações que sejam relevantes ao seu negócio. Entretanto, ainda sim é preciso passar por uma validação humana.

E aí, gostou das dicas? Conhece mais alguma que não abordamos para ajudar ainda mais nossos leitores? Deixe nos comentários! 😊

Aproveite e assine a nossa newsletter para ficar por dentro das notícias sobre o mercado B2B!